Stephens volta aos ‘oitavos’ em Paris e Azarenka perde batalha de 3h20

Por José Morgado - Maio 27, 2022
stephensss

Sloane Stephens, vice-campeã de Roland Garros em 2018 e reconhecidamente considerada uma das jogadoras mais perigosas do Mundo quando está inspirada — e nunca sabemos quando pode estar –, garantiu esta sexta-feira o seu regresso aos oitavos-de-final de Roland Garros. É a quarta vez nos últimos cinco anos e oitava na carreira em que a norte-americana atinge a fase das últimas 16 em Paris, sendo que este é, de longe, o seu melhor Grand Slam, apesar de até ter vencido o US Open em 2017.

Na terceira ronda, Stephens, caída para o modesto 64.º posto do ranking WTA, derrotou a francesa Diane Parry, 97.ª e uma das três tenistas da casa a chegar à segunda ronda em singulares femininos (as outras são Alizé Cornet e Leolia Jeanjean), por 6-2 e 6-3, num encontro que comandou por completo e no qual até poderia ter vencido mais facilmente…

A norte-americano de 28 anos tem encontro marcado no domingo com a suíça Jil Teichmann, 24.ª WTA e uma das jogadoras em melhor forma do momento. Na terceira ronda, a helvética sobreviveu a uma batalha épica diante da bielorrussa Victoria Azarenka: 4-6, 7-5 e 7-6(5), em 3h18. A ex-líder mundial, que era a única top 15 que ainda sobrava na metade inferior do quadro, liderou por 4-2 no segundo set e serviu para o encontro no terceiro. Mas tremeu.

Leylah Fernandez e Coco Gauff são agora as únicas top 20 mundiais que ainda sobram na metade da grelha feminina à entrada para os oitavos-de-final…

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.