Stakhovsky: «Djokovic conversou comigo, mas Federer e Nadal não me responderam»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Março 3, 2022
Ukraine’s Sergiy Stakhovsky (L) shakes hands at the net with Switzerland’s Roger Federer (R) after beating him in their second round men’s singles match on day three of the 2013 Wimbledon Championships tennis tournament at the All England Club in Wimbledon, southwest London, on June 26, 2013. Stakhovsky won 6-7, 7-6, 7-5, 7-6. AFP PHOTO / ADRIAN DENNIS – RESTRICTED TO EDITORIAL USE (Photo credit should read ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images)

Sergiy Stakhovsky nem pensou duas vezes e deixou a Eslováquia, onde estava a viver, para regressar à Ucrânia e defender o seu país da invasão da Rússia. O antigo tenista ucraniano fez um relato impressionante daquilo que tem vivido em Kiev, mas também falou sobre as mensagens que já recebeu desde que regressou a casa para se alistar no exército e juntar-se à defesa do país. Ora, um dos tenistas que o contactaram foi… Novak Djokovic.

“Djokovic enviou-me uma mensagem de apoio e até conversámos um pouco. Também tentei contactar Federer e Nadal mas sem êxito. Lamento que prefiram manter-se em silêncio, embora os entenda. Não é a guerra deles. Contamos com grandes personalidades, espero que o apoio dure”, atirou Stakhovsky, que diz estar pronto para disparar uma arma se for preciso.

Relato aterrador de Stakhovsky: «Tive de dizer aos meus três filhos que não sabia quando voltava»

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.