Sinner sabe quantas vezes partiu uma raquete… e fica com vergonha

Por Bola Amarela - Maio 1, 2021

Além do talento dentro que mostra, Jannik Sinner apresenta outros traços que já o definem como tenista. É que o jovem prodígio italiano mostra sempre muita calma dentro de court, sem nunca se revelar irritado ou a descontrolar-se. Pois bem, Sinner foi questionado sobre se sabia quantas vezes tinha atirado ao chão ou partido uma raqueta e a verdade é que foram tão poucas que o 19.º do ranking ATP até se lembra delas.

“Penso que foram duas vezes e lembro-me de uma. Foi em Bonfiglio, ao lado de Milão. Era um torneio sub-18 e perdi nos ‘quartos’ depois de ter match point e parti a raqueta. Ao sair de court senti-me pior comigo por ter partido a raqueta do que por ter perdido. Dei-me conta de que esse tipo de atitude não condizia com a minha personalidade”sustentou o jovem de 19 anos em entrevista à ‘Marca’.

Foi inevitável surgir na conversa o facto de Sinner ter passado a quarentena na Austrália a treinar com Rafael Nadal. O que é que aprendeu? “Aprende-se muitas coisas com alguém que ganhou 20 Grand Slams. O que mais destaco é o quão amável foi comigo e que é um grande trabalhador. Tanto Rafa com o resto da equipa são gente normal. Quando é para passar bem, é para passar bem e quando é hora de treinar, toca a trabalhar”, atirou.

Por outro lado, também falou sobre as comparações que podem surgir com Novak Djokovic, uma vez que o sérvio foi orientado pelo atual treinador de Sinner, Riccardo Piatti, quando tinha a idade do italiano. “É verdade… Piatti ajudou também a relançar a carreira de muitos como Ivan Ljubicic, Milos Raonic ou Borna Coric. Ele não me compara só com Novak. O que faz é contar-me histórias de muitos jogadores. Faz-me pensar no que devo fazer para ser melhor. Estamos o dia todo a falar e a ver encontros quando estamos nos torneios. A minha vida é o ténis”, garantiu.

Bola Amarela