Sinal dos tempos: estatística do Big Three em Masters 1000 dá muito que pensar

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 12, 2021
djokovic-federer-nadal

Os tempos parecem estar mesmo a mudar no ténis. Um pouco por todo o circuito, cada vez ouvimos mais jogadores a falar num ‘render de guarda’, mas os próprios factos começam a provar isso mesmo. É certo que os Grand Slams foram todos conquistados por Novak Djokovic, mas há uma estatística marcante e que dá que pensar no que diz respeito aos torneios Masters 1000. É que, só este ano, os três vão falhar em conjunto o triplo de torneios desta série… do que no resto da vida.

Antes do arranque de 2021, era preciso recuar a 2004 para encontrar a única vez em que os três já jogavam e falharam, ao mesmo tempo, um Masters 1000. Aconteceu em Paris, num torneio que tantas vezes perde as principais figuras, que preferem poupar-se para as ATP Finals. A questão é que 2021 veio mudar completamente essa estatística. Tanto Djokovic, como Nadal e Federer ficaram de fora de Miami e Toronto e também vão falhar Cincinnati. Sinais dos tempos?

Pedro Gonçalo Pinto