Shapovalov vence duelo louco de mais de três horas com Sonego (e com o público) em Roma

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 9, 2022

Não foi preciso esperar muito para ter as primeiras grandes batalhas no Masters 1000 de Roma. Denis Shapovalov sobreviveu a um duelo verdadeiramente caótico com Lorenzo Sonego, num encontro que durou mais de três horas e no qual o canadiano não só bateu o adversário… como o público que criou um autêntico vulcão no court.

O número 16 do ranking ATP resistiu com os parciais 7-6(5), 3-6 e 6-3, em 3h13, sendo que só a primeira partida durou mais do que… uma hora e meia. Certo é que ainda levou um point penalty pelo meio, gritou a plenos pulmões para os italianos se calarem e, por fim, lá conseguiu resistir ao 28.º da hierarquia mundial masculina. Tudo isto para agora defrontar Nikoloz Basilashvili, que bateu Daniel Evans, por 7-6(2) e 6-2.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/atptour/status/1523665296233402368

Quem também seguiu em frente a bater um tenista da casa foi Jenson Brooksby. Igualmente com um grande ambiente, o norte-americano superou o talentoso Flavio Cobolli, mesmo depois de estar em desvantagem em ambos os sets. Certo é que o 38.º do ranking ATP confirmou o favoritismo teórico com os parciais 6-3 e 6-4, ficando à espera de Hubert Hurkacz ou David Goffin.

Por outro lado, Alejandro Davidovich Fokina superou um duelo traiçoeiro com Ilya Ivashka, por 6-2, 4-6 e 6-4, ao passo que Laslo Djere bateu o regressado Borna Coric, por 6-2, 6-7(3) e 6-2, marcando embate com Stan Wawrinka.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.