Schwartzman: «Deixei de falar a Medvedev e não treino mais com ele»

Por José Morgado - Outubro 22, 2020
medvedev-schwartzman

Diego Schwartzman, argentino de 28 anos que está a estrear-se este mês no top 10 mundial depois de uma temporada de terra batida inesquecível, é um dos tenistas mais apreciados pelos seus companheiros de circuito… mas não por todos. O argentino teve uma situação controversa na ATP Cup, diante do russo Daniil Medvedev, e não se esqueceu daquilo que se passou. É, de resto, o único jogador a quem não fala.

“Eu deixei de falar ao Medvedev. Não o cumprimento mais. Tinha uma boa relação com ele. Há momentos em competição em que as coisas acontecem e depois pedes desculpa. O sangue sobe-te à cabeça, mas quem me fez aquilo que ele me fez… fica registado. Não treino mais com ele e não lhe falo. Ele festejou os meus erros e as minhas duplas faltas na minha cara e na direção do banco da Argentina. É o equivalente de marcares um golo no futebol e ires festejar junto dos adeptos adversários. Não gostei. O Safin, capitão russo, pediu-me desculpa e disse-me que ele estava maluco”, revelou o argentino à ESPN.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.