Schwartzman aponta a 2019: «Quero acabar no top 15 ATP»

Diego Schwartzman, de 26 anos, viveu em 2018 a melhor temporada da sua vida. O pequeno mais muito talentoso argentino andou muito perto do top 10 a meio da época, mas uma parte final mais discreta — especialmente a partir do verão norte-americano — atirou-o para fora do top 15, fechando o ano no 17.º posto.

‘El Peque’ quer continuar a melhorar em 2019. “Estou a trabalhar para que o meu ténis possa evoluir no próximo ano. Penso que estou num bom caminho. Espero que os resultados me sorriam. Treino de segunda a sábado. De manhã faço físico e ténis e à tarde só físico, de maneira mais intensa. Em média, treino umas seis horas por dia”, confessou em declarações ao site do ATP World Tour.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Pre-season 2019 🤨👀🎾🔥🤷‍♂️

Uma publicação partilhada por Diego Schwartzman (@dieschwartzman) a

Schwartzman está contente com a sua época de 2018. “O aspeto mais positivo da minha temporada foi a consistência nos grandes torneios, o que é importante para o ranking, porque dão muitos pontos. O meu melhor encontro foi contra o Kevin Anderson nos oitavos-de-final de Roland Garros. Estive a perder por dois sets a zero e dei a volta ao encontro”.

Para 2019, o objetivo é claro. “Quero chegar ao top 15. Para isso preciso de ser ainda melhor nos Grand Slams e Masters 1000. Vou jogar menos torneios em terra batida e mais em hard court. Devo saltar os torneios de Hamburgo e Bastad, por exemplo”.