Ruud afasta Khachanov rumo à final do US Open e é número um… pelo menos uma horas

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 9, 2022

Quando o US Open começou, muito se falou sobre os candidatos a saírem de Nova Iorque como número um do Mundo. Daniil Medvedev, Rafael Nadal, Carlos Alcaraz Stefanos Tsitsipas mereciam a atenção de toda a gente, mas havia um outro candidato que tinhas contas bem difíceis de fazer e que se colocava um pouco de parte nesta corrida. Pois é. Casper Ruud está na final do US Open e é virtualmente o novo número um do Mundo… pelo menos até à conclusão da outra meia-final. Já lá vamos.

Ruud garantiu a segunda final Major da temporada e da carreira ao bater Karen Khachanov (31.º), com os parciais 7-6(5), 6-2, 5-7 e 6-2, fechando em grande estilo diante do russo. O número sete do Mundo afasta Nadal de voltar a ser líder do ranking ATP, ao passo que fica à espera do desfecho do duelo entre Alcaraz e Frances Tiafoe. Se o espanhol perder, então o norueguês vai disputar a final sabendo que de lá vai sair como número um aconteça o que acontecer. Se Carlitos vencer… então a final decide quem será o novo líder do ranking.

Casper Ruud disparou uns impressionantes 52 winners para 33 erros não forçados, desmontando o ténis de Khachanov. O russo aproveitou um mau jogo do norueguês para fechar o terceiro set e tentar alimentar alguma esperança de recuperação, mas o norueguês reagiu de forma autoritária para repetir o que fez em Roland Garros, onde perdeu com Nadal na final.

Agora garante que vai sair de Nova Iorque numa das duas primeiras posições do ranking ATP e prova que quem olhou para ele de lado nas tais contas de início do torneio… estava redondamente enganado.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.