Rune desiste de pares e tira a Francisco Cabral a hipótese de se estrear em Grand Slams

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 26, 2022
francisco-cabral

Uma das grandes histórias para o ténis português em Roland Garros era a estreia de Francisco Cabral em torneios do Grand Slam. Ao lado de Holger Rune, primeiro ia ser contra Richard Gasquet e Jo-Wilfried Tsonga. Depois, passou para ser frente a Jackson Withrow e Jonny O’Mara. Agora… Não vai acontecer porque o jovem dinamarquês desistiu da prova de pares.

Rune apanhou um susto no terceiro set contra Henri Laaksonen, mas apurou-se para a terceira ronda de singulares, sendo que não havia indicação de que fosse desistir. No entanto, isso acabou por ficar confirmado, o que impede Francisco Cabral de fazer a estreia absoluta em Majors, um sonho que fica adiado para Wimbledon, onde eventualmente já vai poder jogar ao lado do amigo Nuno Borges.

Para o lugar de Cabral e Rune entraram Sander Arends e Szymon Walkow, enquanto o portuense, atual número um nacional de pares e 72.º do Mundo, fica a ver de fora quando já estava a preparar-se em Roland Garros para o encontro desta quinta-feira.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.