Roddick: «Djokovic será o melhor de todos os tempos se igualar o recorde de Slams»

Por José Morgado - Novembro 20, 2020

Andy Roddick, ex-número um mundial e um dos poucos tenistas que se retirou (em 2012) com um registo de confronto direto favorável (5-4), nunca foi particular fã do sérvio dentro do court — tiveram as suas desavenças em várias situações — mas nem por isso deixa de considerar que o atual número um ATP tem grandes chances de terminar a sua carreira como o melhor de todos os tempos. O norte-americano acha que lhe ‘basta’ igualar o recorde de Grand Slams, que neste momento pertence a Rafael Nadal e Roger Federer, com 20 cada.

“Se o Novak terminar a sua carreira empatado em Grand Slams com o primeiro classificado, será difícil argumentar estatisticamente que ele não é o melhor jogador de sempre. Confrontos diretos [tem vantagem contra Federer e Nadal], Masters 1000 [é o recordista], número 1 de final de ano [tem mais do que Federer e Nadal]. Todos esses dados estão a favor dele. É uma grande suposição e os Grand Slams não se ganham facilmente. Tudo isto se a saúde não for um fator”, escreveu o tenista de Belgrado no Twitter.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.