Roddick: «’Arrogante’ não é das primeiras 6000 palavras que usaria para Federer»

Por Tiago Ferraz - Maio 15, 2020
Roger-Federer
REUTERS/Tony O’Brien – RC1520F43500

O antigo número um mundial Andy Roddick já reagiu às palavras de Dijana Djokovic, mãe de Novak Djokovic, que considera Roger Federer “arrogante” e defende o suíço.

“Para mim, isto foi desnecessário (…) Provavelmente esta não seria uma das minhas primeiras 6000 palavras que me ocorriam para descrever Roger Federer. Eu acho que houve alguns episódios que foram conhecidos, mas este é apenas o segundo ou terceiro comentário fora do contexto nas últimas semanas. Se não concordas com determinado ponto de vista a nível pessoal podes continuar a pensar que eles são boas pessoas e ainda podes gostar de os ver jogar. Isso não deve influenciar a opinião daquilo que foi conseguido dentro do court”, revela, citado pelo Tennis World.

O norte-americano Andy Roddick revela ainda que, para sim, Novak Djokovic pode ser considerado o melhor de sempre:

“O Novak tem estado a um nível inacreditável e ele tem uma hipótese real de ser o melhor tenista de todos os tempos”, disse.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.