Raducanu não pára de sonhar no US Open: «Estou a jogar melhor do que em Wimbledon»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 5, 2021
Foto: EPA

Emma Raducanu já não é uma desconhecida para ninguém. Depois de ter saído do anonimato em Wimbledon, alcançado os oitavos-de-final de forma sensacional, a jovem britânica de 18 anos não pára de sonhar no US Open. É que Raducanu repetiu o acesso à quarta ronda e prepara-se agora para defrontar Shelby Rogers por um lugar nos quartos-de-final. E a verdade é que Emma sente que está a subir de nível a cada dia.

“Estou a jogar melhor do que em Wimbledon. Ajuda jogar em hard courts, onde há mais margem do que em relva. Honestamente, o meu jogo está a melhorar a cada encontro e isso deve-se à quantidade de encontros que tenho disputado e à experiência que acumulei nas últimas cinco semanas. São duas experiências completamente diferentes, amo ambas e quero chegar o mais longe possível aqui”, apontou.

E quais são as diferenças entre jogar em Wimbledon e no US Open? “Há muita coisa diferente. Em Wimbledon há um silêncio sepulcral quando jogas, aqui estão a passar-se coisas constantemente. Ambos os torneios são diferentes e têm o seu próprio estilo, mas desfruto muitíssimo do público. O seu apoio ajuda-me barbaridades. Mas dou o meu melhor nível quando estou a sorrir e a diverti-me, é quando sai o meu melhor ténis”, rematou.

Pedro Gonçalo Pinto