Raducanu entra a ganhar em Seul, miúda de 17 anos faz história por Andorra rumo aos ‘quartos’

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 21, 2022

Emma Raducanu diz que quer muito voltar a ganhar um troféu, seja em que nível for, e a verdade é que entrou de forma positiva no WTA 250 de Seul. A jovem britânica de 19 anos, agora número 77 do Mundo, desfez-se da japonesa Moyuka Uchijima (126.ª) em apenas dois sets, mas complicou muito na segunda partida antes de finalmente resolver a questão.

Raducanu selou a vitória com os parciais 6-2 e 6-4, que podiam, ter sido bem mais autoritários. É que a campeã do US Open de 2021 esteve a ganhar por 6-2, 5-0 e 40-15 no serviço, antes de quase haver uma recuperação épica. É que Uchijima recuperou até ao 4-5 e teve um break point para fazer o 5-5. Aí, Raducanu resistiu e venceu ao terceiro match point, marcando duelo com a experiente belga Yanina Wickmayer.

Quem já está nos quartos-de-final é Victoria Jimenez Kasintseva. Com apenas 17 anos, esta tenista de Andorra continua a fazer história para o seu país e depois de se tornar na primeira a vencer um encontro num torneio WTA, agora apurou-se para os ‘quartos’. A 186.ª do ranking WTA dominou a canadiana Rebecca Marino (81.ª), fechando com os parciais 6-4 e 6-2. Agora espera por Jelena Ostapenko ou Anastasia Gasanova.

  • Categorias:
  • WTA
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo. Email: pedropinto@bolamarela.pt