Quase três anos depois do ouro olímpico, Monica Puig está de volta ao seu melhor

Por José Morgado - Abril 6, 2019

Monica Puig, a surpreendente campeã olímpica do Rio de Janeiro, em 2016, parece finalmente de volta ao ténis que a fazer entrar na história de Porto Rico e tornar-se na primeira mulher a ganhar uma medalha de ouro para a pequena nação. Pica.. está de volta às meias-finais de um grande torneio do circuito WTA e este sábado, em Charleston, vai lutar pelo regresso às finais pela primeira vez… desde outubro de 2017!

Com mais uma exibição de encher o olho, Puig, que ainda só tem 25 anos, derrotou nos quartos-de-final a norte-americana Danielle Collins, 11.ª cabeça-de-série e recentemente semifinalista do Australian Open, por 6-3 e 6-2, com uma exibição a roçar a perfeição, combinando o seu habitual poder de fogo a uma estratégia de jogo paciente, de construção de ponto, que se revelou perfeita em terra batida verde.

Puig vai defrontar nas meias-finais de Charleston a norte-americana Madison Keys, naquele que será o quinto encontro entre ambas. O confronto direto regista um empate (2-2), mas a sua última vitória já foi há cinco anos e o último encontro entre ambas foi em Roland Garros 2016, quando Puig ainda não era campeã olímpica e Keys ainda não tinha passado pelo top 10. A outra meia-final será entre Caroline Wozniacki, ex-campeã da prova, e Petra Martic.

FOTO: @CCSMOOTH13

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.