Pouille: «Não me importo se quem me treina é homem ou mulher. O discurso é que conta»

Por Nuno Chaves - 15 Dezembro, 2018

Lucas Pouille está a fazer de tudo para reencontrar o melhor ténis. O francês contratou Amelie Mauresmo para sua treinadora na próxima temporada, isto depois de ter terminado o ano fora do top 30 do ranking mundial.

Para o gaulês, o género não influenciou absolutamente nada na sua escolha. “A mim não me importa se o meu treinador é um homem ou mulher. O discurso é que conta. O aspeto mental vai ser o mesmo, é indiferente se é um homem ou mulher. O que a Amelie ganhou dá para a colocar ao mesmo nível que o Yannick Noah por exemplo”, afirmou o tenista de 24 anos.

Quanto aos objetivos para 2019, Pouille desvendou. “Não tenho nenhum a nível de resultados. O que peço é melhorar tenisticamente e superar o que vivi em 2018. Este ano não me diverti a jogar ténis e isso influenciou. Vou tentar dar o meu melhor para tentar voltar ao nível que mostrei antes”, referiu em declarações recolhidas ao jornal L’Equipe.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.