Por falar em milagres… Bautista Agut salva dois match points e resiste em 3h16 a Wolf

Por Pedro Gonçalo Pinto - Março 13, 2022

O dia fica marcado pela reviravolta surreal de Rafael Nadal diante de Sebastian Korda para manter intacto o arranque perfeito em 2022, mas houve um outro espanhol a precisar de operar um verdadeiro milagre para se manter vivo no Masters 1000 de Indian Wells. É neste momento da conversa que entra Roberto Bautista Agut, que complicou o que parecia muito fácil contra Jeffrey John Wolf, antes de ter de salvar dois match points para resistir.

O número 15 do ranking ATP triunfou com os parciais 6-3, 6-7(3) e 7-6(5) em 3h16 intensas e de enorme incerteza. Mas a verdade é que Bautista liderou por 6-3 e 3-0 com dois breaks de vantagem, antes de Wolf (209.º) reentrar na discussão e empurrar a decisão para o terceiro parcial. As oportunidades foram aparecendo para os dois lados e foi o norte-americano quem quebrou a 4-4 para servir e tentar fechar o encontro: Wolf teve dois match points… que voaram, antes de Bautista Agut sobreviver no tie-break. Segue-se um tal… Carlos Alcaraz na terceira ronda.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/BNPPARIBASOPEN/status/1502790216939020288

Quem entrou bem em Indian Wells foi Cameron Norrie, ele que tem recordações tão boas do deserto californiano. É que estamos a falar do campeão em título, que bateu Pedro Martínez por 6-3 e 6-3 para iniciar a defesa do troféu. O próximo obstáculo é Fabio Fognini ou Nikoloz Basilashvili.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.