Philippoussis viu Sabalenka servir, não quis acreditar e ligou-lhe para tentar ajudá-la

Por José Morgado - Janeiro 19, 2022
sabalenka

Mark Philippoussis, o homem que em 2003 defrontou Roger Federer na primeira final de Grand Slam do suíço, em Wimbledon, era um dos melhores servidores do Mundo no seu tempo e na semana passada ficou profundamente surpreendido ao ver a bielorrussa Aryna Sabalenka, número dois do Mundo, cometer mais de 20 duplas faltas na sua derrota na primeira ronda do WTA 250 de Adelaide. E perante este cenário… ligou-lhe.

“O Mark mandou-me uma mensagem e disse-me que me podia ajudar com o meu serviço. E fomos para o court. Fizemos várias horas de serviço, deu-me imensas dicas e conselhos sobre o resto do meu jogo. Estou-lhe muito agradecida porque as dicas que me deu ajudaram-me bastante no encontro da primeira ronda”, assumiu Sabalenka, que não andou longe da eliminação na primeira ronda do Slam que abre 2022.

Sabalenka dispara mais 13 duplas faltas mas vira de set e break abaixo rumo à 2.ª ronda

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.