Pavlyuchenkova deixa mensagem sentida: «Não tenho medo de falar, sou contra a guerra e violência»

Por Nuno Chaves - Fevereiro 28, 2022
pavlyuchenkova

Ao longo dos últimos dias têm sido várias as figuras ligadas ao ténis a manifestar-se contra a invasão da Rússia à Ucrânia e nem os próprios russos ficam em silêncio.

Andrey Rublev ou Daniil Medvedev foram uma das vozes mais fortes mas agora também foi a vez de Anastasia Pavlyuchenkova vir a público condenar as investidas das tropas do seu país.

“Jogo ténis desde criança. Representei a Rússia toda a minha vida. Esta é a minha casa e o meu país. Mas agora estou com medo, tal como os meus amigos e família. Não tenho receio de deixar clara a minha posição. Sou contra a guerra e violência”, disse num comunicado lançado nas redes sociais.

“Ambições pessoais ou políticas não justificam a violência. Isto tira o futuro não apenas de nós mas também dos nossos filhos. Estou confusa e não sei como ajudar nesta situação”.

“Sou apenas uma atleta que joga ténis. Não sou da política, nem uma figura pública. Não tenho experiência nisto. Posso apenas demonstrar publicamente que não concordo com estas decisões. Parem com a violência, parem com a guerra”, concluiu.

  • Categorias:
  • WTA
Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.