Os números que ajudam a comprovar a temporada de sonho para Andreescu

Por Nuno Chaves - Setembro 5, 2019
andreescu

Bianca Andreescu é, definitivamente, uma das grandes revelações da temporada de 2019 no circuito profissional feminino. A jovem de apenas 18 anos chegou, viu e venceu, sempre com o seu ténis extremamente ofensivo e que a levou a vencer os títulos de Indian Wells e Toronto.

A canadiana já está nas meias-finais do Open dos Estados Unidos, naquela que é a primeira vez que joga o torneio, o que só vem confirmar a época de sonho que está a realizar. Mas vamos a números que só nos ajudam a comprovar isto mesmo.

Em 2019, Andreescu disputou 47 encontros e venceu… 43 (perdeu na final do WTA de Auckland com Julia Goerges, segunda ronda do Open da Austrália, meias-finais em Acapulco e oitavos de final em Miami frente a Anett Kontaveit). Mas o que ainda é mais impressionante é que perdeu praticamente toda a temporada de terra batida – jogou só em Roland Garros e desistiu antes da segunda ronda – e toda a temporada de relva devido a uma lesão.

Nos últimos 23 jogos venceu 22 e está a revelar-se uma autêntica especialista em terceiros sets, já que ganhou os últimos 12 jogos em que foram a um parcial decisivo. Andreescu, que se vai estrear no top 10 do ranking mundial, procura, agora, a qualificação para a final do Open dos Estados Unidos: a sua próxima adversária é a suíça Belinda Bencic.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.