Nuno Borges não faz ideia de como apanhou Covid-19: «Fui o único num grupo grande»

Por Bola Amarela - Janeiro 13, 2022
Sara Falcão/FPT

Nuno Borges dificilmente podia ter tido mais azar. O português, número 192 do ranking ATP, preparava-se para jogar o qualifying do Australian Open, naquela que seria a sua estreia absoluta em torneios do Grand Slam, mas um teste positivo à Covid-19 estragou-lhe os planos. Uma situação que o maiato simplesmente não consegue explicar, até pela improbabilidade do que se passa à sua volta.

“Não faço ideia de como apanhei o vírus. Nos voos para a Austrália, tive a sorte de ter uma fila de assentos só para mim, sem ninguém por perto. Nenhum dos meus parceiros de viagem teve Covid-19 nem sentiu sintomas. Fui o único num grupo grande de jogadores”, sustentou, em declarações à Lusa.

Certo é que Nuno Borges não esconde a frustração por tudo o que acontece. “Qualquer um na minha situação teria ficado frustado por não poder jogar. Ainda para mais, sentia-me apto para o fazer, mas estando positivo é-me impossível participar. Sentia-me preparado para jogar e até à véspera achava que ia entrar em court. Não há nada a fazer, estou tranquilo e agora vou trabalhar e pensar nos próximos torneios”, garantiu.

O maiato tem agora de ficar em isolamento durante mais alguns dias na Austrália, sendo que a Tennis Australia lhe deu pesos e uma bicicleta estática para fazer exercício. O quarto também é bom e espaçoso, com varanda para poder apanhar sol. Tenho tudo o que é preciso para passar os próximos dias e relaxar um bocadinho”, rematou.

Bola Amarela