Número 1 WTA pode voltar a mudar de mãos esta semana

Por José Morgado - 14 Agosto, 2019
osaka

A japonesa Naomi Osaka destronou esta segunda-feira a australiana Ashleigh Barty no topo do ranking mundial, mas o seu lugar está em perigo já esta semana em Cincinnati. Há três jogadoras com possibilidade de terminar a semana no topo do ranking, que servirá igualmente para definir o lote de cabeças-de-série no US Open. Karolina Pliskova também entra na equação, mas só Osaka depende de si mesma.

NAOMI OSAKA é número 1 se…

— Se chegar à final, independentemente do que façam Barty e Pliskova;

— Se chegar às meias-finais e Barty e Pliskova não forem campeãs;

— Se chegar aos oitavos-de-final e Barty e Pliskova não chegarem à final;

— Se perder na segunda ronda e Barty e Pliskova não chegarem às meias-finais;

ASH BARTY é número 1 se…

— Se chegar às meias-finais, Osaka perder na segunda ronda e Pliskova não chegar às meias-finais;

— Se chegar à final e Osaka não chegar às meias-finais;

— Se for campeã e Osaka não chegar à final

KAROLINA PLISKOVA é número 1 se…

— Se chegar às meias-finais, Osaka perder na segunda ronda e Barty não chegar às meias-finais;

— Se chegar à final e Osaka não chegar às meias-finais;

— Se for campeã e Osaka não chegar à final

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.