Nishikori superou o Big 3 em 2018 num curioso dado estatístico

Por José Morgado - Dezembro 20, 2018
kei-nishikori

Kei Nishikori é há muito um dos melhores jogadores do Mundo, mas não é propriamente famoso pela sua forte capacidade… mental. Ora em 2018, o japonês dominou sobre todos os rivais numa estatística interessante e reveladora: foi o jogador que mais subiu o nível do seu serviço quando quebrou um rival no jogo anterior.

Contas feitas, o número um asiático quebrou o serviço dos seus rivais por 173 ocasiões em 2018 e confirmou 151 desses breaks, para uma percentagem de 87,3 por cento. Uma subida de 5,9 por cento face à sua média de jogos de serviço ganhos (81,4%), que é a mais baixa do top 10. Ninguém fez melhor. Novak Djokovic e John Isner também são (ainda mais) implacáveis no serviço sob pressão, mas não sobem tanto nível quando Nishikori. Roger Federer tem uma relação… negativa. Sob pressão, o suíço serve pior do que habitual.

Ranking ATP
Jogadores Jogos de serviço ganhos pós break Média de jogos de serviço ganhos
Diferença
9 Kei Nishikori 87.3% 81.4% 5.9
4 Alexander Zverev 86.5% 82.9% 3.6
1 Novak Djokovic 90.5% 87.2% 3.3
2 Rafael Nadal 89.6% 86.4% 3.2
8 Dominic Thiem 88.1% 85.2% 2.9
10 John Isner 96.0% 93.6% 2.4
7 Marin Cilic 89.1% 87.0% 2.1
5 Juan Martin del Potro 87.9% 87.6% 0.3
3 Roger Federer 88.6% 91.1% -2.5
6 Kevin Anderson 82.4% 89.1% -6.7

*Tabela original é do ATP Tour.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.