Nadal revela momentos de pânico frente a Shapovalov: «Sentia-me tonto e não conseguia respirar bem»

Por Nuno Chaves - Janeiro 25, 2022
Foto: EPA

Rafa Nadal qualificou-se para as meias-finais do Australian Open após um encontro polémico e eletrizante frente a Denis Shapovalov e que ficou também marcado por alguns problemas de estômago do espanhol.

Nadal chegou a ser assistido mas lá acabou por, não só terminar, como vencer e no final explicou o que realmente aconteceu. “Tive uma insolação completa. Sentia-me tonto e não conseguia respirar bem. Até isso acontecer estava a jogar bem, a um nível alto. Estava melhor que ele a nível tenístico, creio. Só que depois os níveis de energia começaram a baixar e foi tudo mais complicado. Tive as minhas opções no início do terceiro set mas depois fui a reboque. Não conseguia lutar pelos jogos de resposta porque tinha de guardar energia para os meus serviços”, confessou.

“Foi um exercício de resistência mental e física, tal como de sobrevivência. Ganhei um encontro que parecia impossível mas senti-me preocupado porque estava bastante mal. Só fiquei mais tranquilo para competir quando os médicos viram que eu estava bem”, revelou o número cinco mundial.

Nadal continuou a falar dos seus problemas em court. “Parecia impossível porque quando me mexia, fechava-se a boca do estômago. Todos os que competem em condições extremas sabem que quando temos uma insolação é difícil de sair dessa situação. O encontro é longo e estava dois sets a zero acima. Tentei aguentar com o meu serviço e ver se tinha uma oportunidade na resposta. A nível tático não podia fazer nada. Dentro do possível joguei o mais inteligente possível. Mentalmente creio que me agarrei à oportunidade que tinha de ficar nas meias-finais. Venho de muito sofrimento nos últimos meses”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.