Nadal não pode ganhar um único ponto ATP em terra batida este ano

Por José Morgado - Agosto 3, 2020
rafael-nadal

Rafael Nadal, número dois mundial, domina habitualmente a temporada de terra batida, que este ano apresentará caraterísticas diferentes do habitual por causa da pandemia. Em 2019, o espanhol até demorou muito a vencer o seu primeiro título — perdeu nas meias-finais de Monte Carlo, Barcelona e Madrid antes de ganhar Roma e Roland Garros — mas este ano, ao que tudo indica, os únicos torneios que vão ser disputados são Roma e Roland Garros.

Ou seja, segundo as novas regras do ranking ATP que vão ser aplicadas até ao final de 2020, Nadal não poderá somar um único ponto nos dois torneios de terra batida que vai jogar, uma vez que… venceu ambos no ano passado. Os jogadores só podem substituir os resultados de 2019 caso as suas prestações de 2020 sejam melhores, algo que será impossível acontecer para Rafa. Em Madrid, o caso era diferente: Nadal perdeu nas ‘meias’ no ano passado e poderia fazer melhor este ano e somar pontos para a classificação ATP.

A boa notícia para o maiorquino de 34 anos é o facto de também não vir a perder os pontos que já tem. O novo sistema pontual protege todos os pontos dos jogadores até à data em que os torneios em que os venceram voltarem a ser disputados em 2021. Ou seja, Nadal vai manter todos os seus pontos alcançados no pó de tijolo até à primavera. Não soma, mas também não subtrai.

Toda esta situação beneficia as chances de Novak Djokovic terminar a sua temporada no topo do ranking pela sexta vez, o que acontecer fará com que iguale o recorde de Pete Sampras e ultrapasse Roger Federer e Nadal (todos com 5).

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.