Nadal e o duelo Federer-Djokovic: «Eu sei bem quem quero que ganhe»

Por Bola Amarela - Novembro 13, 2019
nadal

Rafael Nadal, número um do Mundo, está em Londres (também) a defender a sua liderança do ranking mundial face a Novak Djokovic. O espanhol de 33 anos, que esta quarta-feira virou de forma épica para derrotar Daniil Medvedev nas ATP Finals, pode ver o seu número um mundial de final de época confirmado já esta quinta, caso Roger Federer derrote Djokovic, pelo que não esconde — ainda que não diga diretamente — aquilo que prefere que aconteça nesse encontro.

“É claro que eu sei bem quem quero que ganhe, mas por outro lado é bom que tudo continua a depender de mim, independentemente dos resultados do Novak”, confessou o espanhol, que neste momento, depois de Djokovic ter perdido um encontro, já ‘só’ precisa de ir à final em Londres para garantir a liderança do ranking até ao final da temporada.

O espanhol voltou a falar do fator sorte no seu triunfo diante de Nadal. “Isto acontece uma em cada 1000 vezes e tem sempre de haver alguma sorte, especialmente nesta superfície. Deve ser muito duro para ele, mas ele é um grande jogador e vai aprender certamente com a situação”, confessou Nadal sobre Medvedev, que nunca tinha perdido de match point acima.

Bola Amarela