Murray sem medo de ser ambicioso: «Voltar ao top 100? O meu objetivo é o top 10»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 25, 2021

Andy Murray deixou sinais positivos em mais um torneio do ATP Tour, mas isso não foi suficiente para ultrapassar a barreira dos quartos-de-final em Metz. Hubert Hurkacz mostrou-se mais forte e venceu um duelo extremamente apertado, ainda que isso não serva de consolo ao antigo número um do mundo. Aliás, Murray reentrava no top 100 com uma vitória, mas tem objetivos bem mais altos.

“Quero ganhar estes encontros e certamente criei oportunidades suficientes para ganhar não todos, mas para tornar tudo muito mais equilibrado do que tem sido e para me dar uma oportunidade de vencer. Por isso, sim, fiquei desiludido com isto. Voltar ao top 100? O meu objetivo não é esse, é reentrar no top 10. Isso é algo que me motiva bem mais”, apontou, sem dúvidas e sem medo de ser ambicioso.

Certo é que Murray mostrou um nível mais alto, como o próprio admitiu, embora isso de pouco sirva se não vencer. Palavras do próprio. “Penso que joguei melhor esta semana do que em Cincinnati e em Winston Salem. Joguei um encontro muito bom no US Open [contra Tsitsipas] mas, como disse no outro dia, não estou interessado em jogar bem e perder”, resumiu.

Pedro Gonçalo Pinto