Murray analisa Big Three: «O pior que pode acontecer num court é ter Nadal do outro lado»

Por Bola Amarela - Dezembro 19, 2021
murray-nadal

Andy Murray ajudou a escrever uma página dourada na história do ténis, ao fazer parte do mítico Big Four com Novak Djokovic, Roger Federer Rafael Nadal. Por isso mesmo, não há ninguém melhor do que o antigo número um do mundo para fazer um retrato ao que é defrontar três monstros do desporto.

“Quando se trata de Djokovic, a primeira coisa que vem à cabeça é a Austrália. É intocável, é uma missão impossível derrotá-lo lá. Mas é difícil jogar contra Novak em qualquer superfície, uma vez que se molda bem a todos. Ganhei a Nole duas vezes em relva, então talvez seja aí que tenho mais hipóteses. Por outro lado, contra Federer perdi vários encontros importantes em relva, então posso dizer que mais complicado contra ele do que contra Novak em Wimbledon”explicou.

No entanto, as palavras mais fortes de Murray vão mesmo para Nadal. “Falei um pouco das características de Nole ou Roger, mas não há dúvidas de que o pior que pode acontecer num court é ter Nadal do outro lado. Ganhar-lhe numa superfície lenta talvez seja a tarefa mais difícil do Mundo do desporto. Especialmente em Paris. É completamente diferente quando jogas contra ele noutra superfície. Não é fácil, mas é melhor do que em terra, onde é quase invencível”destacou.

Bola Amarela