Moya: «Nadal não tem vantagem mental diante de Djokovic»

Por Bola Amarela - Janeiro 26, 2019

Rafael Nadal vai defrontar pela 53.ª vez Novak Djokovic, adensando ainda mais aquela que é a maior rivalidade do ténis. De todas as vezes que se defrontaram, o maiorquino foi derrotado 27 vezes, vencendo em 25 ocasiões. O sérvio de 31 ano é, por isso, o jogador com quem mais vezes perdeu na sua carreira.

Para o seu treinador, Carlos Moya, a força mental que Nadal consegue diante de todos os outros jogadores não é a mesma quando tem pela frente o atual número um mundial. “É um jogador que exerce muita pressão, não deixa  respirar e impõe um ritmo muito elevado”, disse o antigo número um mundial em declarações ao Eurosport.

“[Djokovic] tem a melhor esquerda do circuito, movimenta-se muito bem, mantém a pressão, é um vencedor; mentalmente, é o mais parecido com o Nadal, no circuito. A vantagem que o Rafa ganha com a sua força mental não está lá com o Novak, porque é um jogador que aguenta bem a pressão”, sublinhou Moya.

Sobre o resultado de domingo, o antigo campeão de Roland Garrs (1998) diz que a sua equipa tem um plano para vencer, mas está consciente que também Djokovic tem o seu. “Temos o nosso plano, e quem conseguir impor o seu terá mais hipóteses de vencer”.

 

Bola Amarela