Moya: «Nadal esteve dois meses sem tocar numa raqueta»

Por José Morgado - Dezembro 28, 2020
nadal-moya

Carlos Moya, antigo número um mundial e treinador de Rafael Nadal, revelou esta segunda-feira que o seu jogador esteve dois meses sem tocar na sua raqueta de ténis durante o período da quarentena na primavera, não apenas por questões físicas, mas por não sentir vontade de treinar com tudo aquilo que se estava a passar no Mundo.

“O Rafa esteve dois meses sem tocar na raqueta, entre meados de março e meados de maio. Quando voltámos ao court, havia dias em que treinávamos cinco minutos e outras semanas em que só treinávamos dia sim, dia não. Foi um ano estranho, mas tendo em conta que o Rafa jogou dois Grand Slams e ganhou um, podemos dizer que a época foi positiva”, assumiu o espanhol numa espécie de balanço de 2020 para o ‘Sports Orange’.

 

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt