Monfils: «Espectáculo? Às vezes esquecem-se que sou um ser humano com emoções e família»

Por Bola Amarela - Outubro 21, 2021

Gael Monfils é um dos tenistas mais populares e carismáticos do ATP Tour, não só pelo ténis que coloca em campo como pela forma como se expressa. Atualmente no 19.º lugar do ranking mundial, o francês de 35 anos acabou por ser um dos mais afetados pela pandemia de Covid-19, já que estava no 9.º posto – perto do 6.º, o seu máximo da carreira -, quando o circuito parou.

“Gosto de sentir a energia do público e por isso foi difícil jogar em estádios vazios. A Covid-19 estragou o impulso que eu estava a ter. Não consigo lidar com isso. Estava a jogar o meu melhor ténis e quase alcancei o meu ranking mais alto da carreira, mas a paragem travou tudo e precisou de um ano e meio para recuperar o impulso”, confessou La Monf.

Durante a paragem, e mesmo depois do reatamento, Monfils aproximou-se dos adeptos e explica o que esteve por trás disso. “A relação com o público ficou virtual e eu aproximei-me dos fãs através das redes sociais. A disciplina para mim é muito importante e sei que tenho seis ou sete horas de treino diárias. Os meus pais sempre me ensinaram a seguir a minha paixão, mas também a soltar-me. As pessoas olham para mim como um homem que monta um espectáculo, mas às vezes esquecem-se que sou um ser humano com emoções e família”, admitiu.

Bola Amarela