Monfils atribui mérito a Davidovich: «Jogou sem medos e com muita confiança»

Por Susana Costa - 3 Maio, 2019
Gael-Monfils

Gael Monfils deixa o Millennium Estoril Open com uma derrota em três sets para Alejandro Davidovich Fokina, a jovem revelação do torneio português. No final do duro embate, que durou duas horas e 14 minutos, o gaulês de 32 anos admitiu ter sido vencido por um jogador superior.

“O meu adversário fez um grande encontro”, apontou o número 18 do mundo e terceiro cabeça-de-série do evento. “Bateu bem na bola, sem medos e com muita confiança. Tenho de admitir que ele fez um grande, grande encontro, muitíssimo sólido, tem todo o mérito”, acrescentou.

Depois de uma estreia fortemente afetada pelo vento, o jogador francês sente que este foi seu o primeiro encontro de terra batida da temporada. “Movimentei-me bem, estou satisfeito com isso. Tive alguns momentos bons no encontro, e tive outros maus. vou continuar a trabalho no meu serviço, que foi o que me deixou mal hoje”, analisou.

Susana Costa
Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tal que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo e um Secundário dignamente enriquecido com caderno cujas capas ostentavam recortes de jornais do Lleyton Hewitt. Entretanto, ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.