Merci, Jo! Tsonga dá espetáculo mas diz adeus em encontro brutal com Ruud

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 24, 2022

Lavado em lágrimas. Ele e tantos que enchiam o Court Philippe Chatrier. Foi assim que Jo-Wilfried Tsonga colocou um ponto final numa fantástica carreira, mas só depois de um derradeiro encontro brutal, em que fez lembrar os tempos áureos numa batalha de grande nível com Casper Ruud. Aos 37 anos, é o fim da linha em singulares, sendo que resta saber se ainda vai mesmo jogar pares ao lado de Richard Gasquet contra Francisco Cabral e Holger Rune.

É que Tsonga, antigo top 5 mundial e dono de 18 títulos, terminou o encontro com muitas dores no ombro direito, quase sem conseguir servir. No entanto, essa imagem em nada apaga a carreira de luxo e o grande encontro que fez frente ao número oito do Mundo. Tsonga vendeu muito cara a derrota e só cedeu com os parciais 6-7(6), 7-6(4), 6-2 e 7-6(0), ao cabo de 3h49.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/TennisTV/status/1529122376864374786

O francês ainda serviu para fechar o quarto set e forçar uma improvável quinta e decisiva partida, mas fisicamente não aguentou mais e a inevitabilidade confirmou-se no tie-break. Tsonga despede-se com um encontro em que disparou 44 winners — contra 41 de Ruud –, e no qual a energia do público não bastou para uma surpresa enorme.

Fechou o encontro em lágrimas e a nós resta-nos dizer: merci, Jo!

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.