Medvedev ganha (de novo), Khachanov e Bautista perdem com italianos

Por José Morgado - Outubro 10, 2019
matteo-berrettini

Mesmo sem jogar o seu melhor ténis, Daniil Medvedev, número três mundial, continua a saber conjugar bem o seu verbo favorito: ganhar. O russo de 23 anos superou esta quinta-feira nos oitavos-de-final do Masters 1000 de Xangai o canadiano Vasek Pospisil, carrasco de João Sousa na ronda anteriores, por 7-6(7) e 7-5, tornando-se no primeiro tenista em cinco encontros esta semana a quebrar-lhe o serviço — e por duas vezes — no segundo set.

 

Nos ‘quartos’ de sexta-feira, o vice-campeão do US Open e tenista com mais vitórias e 2019 vai defrontar o italiano Fabio Fognini, que vingou a derrota da semana passada diante do russo Karen Khachanov, 9.ºATP, derrotando-o por 6-3 e 7-5.

Mas o tenista transalpino de 32 anos não foi o único do seu país a derrotar um top 10 nos ‘oitavos’ de Xangai. Matteo Berrettini, número 13 mundial, fez o mesmo! O jogador romano de 23 anos superou o espanhol Roberto Bautista Agut (10.º) em dois sets longos, por 7-6(5) e 6-4, e está cada vez mais dentro da luta pelas ATP Finals de Londres.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.