McEnroe sem dúvidas: «Não quero ver Federer jogar a 80 por cento…»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 16, 2022

Os dias que correm apresentam muitas dúvidas sobre Roger Federer. Será que vamos voltar a ver o suíço a brilhar dentro de court? Esta é uma pergunta para o qual nem o antigo número um do Mundo tem resposta. No entanto, há quem não esconda que, por muito que queira ver o helvético de regresso, por outro lado prefere que tudo continue como está agora. Confuso? Nós deixamos John McEnroe explicar este raciocínio.

“Cada vez que estamos num torneio e o Roger Federer não está a jogar, claro que temos saudades dele. É o jogador com mais classe e o tenista com um ténis mais bonito que eu já vi alguma vez num court. Como um adepto, adorava que o Roger estivesse por perto. Se ele quiser jogar, vou ficar contente por isso, mas não quero ver Federer jogar a 80 por cento…”, confessou ao Eurosport.

Mas porquê? McEnroe utiliza um exemplo bem recente para justificar o que o leva a dizer que prefere que o helvético não volte se for para estar a um nível muito mais baixo do que aquele que exibiu durante uma carreira ilustre. “Já vimos isso a acontecer com o Andy Murray e não é fácil. Queremos sempre ver os tenistas de topo a jogar o seu melhor”, considerou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.