Kyrgios também ‘destrói’ Verdasco: «É a pessoa mais arrogante de sempre, acha que é muito bom»

Por Nuno Chaves - 15 Maio, 2019
kyrgios

Ainda sobre a polémica entrevista de Nick Kyrgios. O australiano abriu (literalmente) o livro ao jornalista Ben Rothenberg onde abordou todos os assuntos sem quaisquer rodeios.

O maior visado foi Novak Djokovic. O bad boy do circuito voltou a falar do número um mundial, sem esquecer o seu amigo Andy Murray, a quem deixou muitos elogios. “Estou muito triste pelo Andy Murray. Sempre lhe disse que o registo dele contra o Djokovic é embaraçoso, porque ele é muito melhor do que o Djokovic. Já joguei contra ambos várias vezes e acho o Andy muito melhor do que o Novak. O Murray aguentou uma série de anos com os outros três e o corpo dele está arruinado. Não sei como é que os outros três aguentam tanto”.

As palavras continuaram e até deixou uma garantia. “O desporto perdeu uma grande pessoa. Espero que ele volte e pouco me interessa os resultados. Espero vê-lo de volta e feliz. Se eu fosse o treinador do Murray ele teria mais Grand Slams”, admitiu o jogador de Camberra.

Quem também não se livrou de várias críticas foi… Fernando Verdasco“Verdasco deixa-me louco. Deixa-me irritado. É a pessoa mais arrogante de sempre. Não diz olá a ninguém, acha que é muito bom, que é um Deus. Amigo… a tua esquerda não é nada de especial. Este tipo de pessoas irrita-me”, arrasou.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.