Korda junta-se a grupo restrito com ajuda de luxo: «Falo com Agassi em todos os dias de jogo»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 3, 2021

Sebastian Korda está a ser uma das grandes revelações da temporada e Wimbledon está a ser mais um passo fundamental da sua afirmação entre os melhores do mundo. Nos oitavos-de-final do Grand Slam londrino, Korda já ‘imitou’ aquilo que fez em Roland Garros no ano passado, desde logo juntando-se a um lote muito restrito. É que o número 50 do ranking ATP tornou-se apenas no oitavo jogador desde 2001 a conseguir chegar aos ‘oitavos’ de Roland Garros e Wimbledon antes de fazer 21 anos. Os outros? Lleyton Hewitt, Roger Federer, Tomas Berdych, Rafael Nadal, Novak Djokovic, Marin Cilic Stefanos Tsitsipas.

Ora, uma das chaves do sucesso têm sido os conselhos de luxo que Korda vai recebendo ao longo dos últimos meses. É que tem a ajuda do pai Petr Korda, antigo número 2 do mundo, mas também de… Andre Agassi, que é muito amigo da família. “Desde há um ano que falo com Agassi em todos os dias de jogo. O meu pai organizou tudo para que pudesse ir a Las Vegas conhecê-lo a ele e à Steffi Graf. São uma família fantástica, muito amáveis e ajudam-me imenso. Andre dá-me muitos conselhos, pergunta-me como me sinto. Cheguei à elite passando pelos escalões mais baixos do ténis e isso faz-me valorizar muitíssimo o que estou a conseguir agora”destacou.

Korda tem agora duelo marcado com Karen Khachanov… no dia em que celebra o seu 21.º aniversário, já esta segunda-feira. “Estou a jogar muito bem e esta vitória contra Evans foi uma experiência. Competir pela primeira vez no Court Central foi muito especial, consegui bloquear as minhas emoções e fazer um grande encontro. Tanto o meu pai como o Andre recomendaram que desfrutasse da experiência e que tinha mérito de ter aqui chegado com esta idade”, apontou.

Pedro Gonçalo Pinto