Djokovic insaciável soma mais um recorde em Grand Slams para a lista pessoal

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 3, 2021

Novak Djokovic tem somado recordes atrás de recordes ao longo dos últimos meses, especialmente em torneios do Grand Slam. Aquilo que o sérvio mais quer é, naturalmente, conquistar mais um título em Wimbledon para chegar aos 20 Majors e, desta forma, igualar Roger Federer Rafael Nadal no topo. Mas, enquanto persegue esse desígnio, Nole derrubou mais um registo, depois de levar a melhor frente a Denis Kudla rumo aos oitavos-de-final no All England Club.

Ora, Djokovic tornou-se no primeiro homem da história a vencer pelo menos 75 encontros em cada um dos torneios do Grand Slam. Só faltava mesmo riscar Wimbledon da lista, sendo que o sérvio passou a contar com os tais 75 triunfos e 10 desaires. Por outro lado, o Australian Open é o torneio onde tem mais sucesso, com um registo de 82-8, seguido de Roland Garros, com 81-15. Já no US Open tem 75 triunfos e 12 desaires.

Fazendo a comparação com os grandes rivais do Big Three, Federer é quem mais se aproxima de se juntar a Djokovic neste impressionante registo. O suíço está 102-15 no Australian Open, 101-13 em Wimbledon, 89-14 no US Open e… 73-17 em Roland Garros, um Grand Slam no qual não competiu por opção entre 2016 e 2018. Quanto a Nadal, o espanhol tem mais algum trabalho para fazer. Apresenta 105-3 em Roland Garros, mas 69-15 no Australian Open, 64-11 no US Open e 53-12 em Wimbledon. Resta saber se Djokovic vai alcançar as quatro vitórias que lhe faltam para chegar aos 20 títulos do Grand Slam, sendo que o próximo rival, já esta segunda-feira, será o chileno Cristían Garín.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.