Konta e a união ATP/WTA: «Estão a dizer que valemos menos do que os homens?

Por Tiago Ferraz - Maio 20, 2020
Johanna-Konta
REUTERS/Vincent Kessler

A tenista britânica e número 14 mundial Johanna Konta  falou sobre a proposta apresentada há algum tempo por Roger Federer e revela a condição para ‘aceitar’ os termos da união ATP/WTA.

“Não entendo por que se fala em igualdade (entre circuitos) se, na realidade, já o somos. Estamos a dizer que valemos menos do que os homens?”, disse, citada pela Marca.

A tenista britânica completa o raciocínio e defende igualdade total entre circuitos:

“Deveria existir uma igualdade total porque somos iguais. Não vejo nada que possa ser diferente no tempo em que estamos”, revelou.

  • Categorias:
  • WTA
Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.