Khachanov sem pressão: «Não tenho nada a perder contra o Nadal»

Por Bola Amarela - 15 Março, 2019

O jovem russo de 22 anos Karen Khachanov vai tentar fazer em Indian Wells o que não conseguiu em cinco tentativas anteriores, derrotar Rafael Nadal. Para o atual número 13 mundial, campeão do Masters 1000 de Paris, no final de 2018, o duelo que se segue, e que vale um lugar nas meias-finais do Masters 1000 californiano, é para encarar com otimismo e sem pressão.

“A cada jogo que passa, sinto-me melhor, estou ganhando confiança a cada vitória”, disse o jogador de 22 anos, em antevisão do embate com o número dois mundial. “O encontro contra o Rafa vai ser um grande desafio, foi contra ele que fiz um dos meus melhores encontros da última temporada, e mesmo assim fui derrotado. Não tenho nada a perder”, sublinhou.

Khachanov perdeu em três ocasiões com o maiorquino de 32 anos na temporada passada, duas delas em sets diretos, e uma em quatro muito equilibrados parciais, no Open dos Estados Unidos. O plano para dar a volta a este registo desfavorável passa por afinar a direita. “Jogadores como eu, têm vantagem nas pancadas com potência. Além disso, também tenho trabalhado a movimentação e o meu serviço”, revelou o jogador russo, que tem um triunfo contra um dos elementos do Big Four, Novak Djokovic, na final do Masters 1000 de Paris, no ano passado.