João Sousa sai do top 100 após quase oito anos históricos para o ténis português

Por Bola Amarela - Março 14, 2021
joao-sousa

Pela primeira vez desde julho de 2o13 (!), João Sousa vai deixar de estar entre os 100 melhores jogadores do mundo. A vitória de Andreas Seppi no Challenger de Biella consumou o deslize do melhor português de sempre (será confirmada na atualização desta segunda-feira), mas só depois de estabelecer registos outrora impensáveis para o ténis nacional. Basta ver que o vimaranense entrou no top 100 com 23 anos e de lá sai – esperemos que por pouco tempo – com 31.

No total, contam-se 334 semanas sempre entre os 100 melhores tenistas do planeta, mas o mais impressionante nem foi isso. É que João Sousa, dono de três títulos ATP em 10 finais, passou mais de metade deste tempo… no top 50! Foram 187 semanas nesse lote ainda mais restrito, o que enaltece ainda mais o registo histórico do português, que até voltou esta semana às vitórias e, em Acapulco, vai à procura de recuperar o lugar entre os 100 melhores.

Com a 28.ª posição como melhor ranking da carreira, Sousa apresenta a seguinte distribuição de semanas no top 100:

Top 30 – 7 semanas
Top 40 – 71 semanas
Top 50 – 109 semanas
Top 60 – 68 semanas
Top 70 – 42 semanas
Top 80 – 12 semanas
Top 90 – 16 semanas
Top 100 – 9 semanas
TOTAL – 334 semanas

Bola Amarela