Hewitt assegura: «Estou orgulhoso e vamos dar tudo de nós»

Por José Morgado - Novembro 26, 2023

A Austrália está pela 49ª vez na final da Taça Davis depois de derrotar a Finlândia por 2-0 nas meias-finais, em Málaga, Espanha. O ex-número um do mundo e atual capitão australiano, Lleyton Hewitt falou sobre a trajetória até à decisão e expectativas para a final.

“Estou muito orgulhoso dos rapazes. O Alex esteve em um grande nível quando precisávamos teve a oportunidade e aproveitou. Deu absolutamente tudo”, confessou, antes de assegurar compromisso no domingo. “Certamente daremos tudo de nós na final. O Alex De Minaur teve sua melhor temporada este ano, trabalhou em todos os aspetos do jogo e isso vê-se”.

Hewitt e um perigo: «Se os melhores de singulares jogassem pares ganhavam os Slams todos»

Leia também:

O australiano lembrou as suas passagens como atleta pela final da Davis: “As quatro finais como jogador foram completamente diferentes. A primeira foi o meu primeiro ano como profissional e acabei na final, super especial, em França. Para mim a mais especial foi a edição de 2003 na Austrália, na Rod Laver Arena contra jogadores espanhóis de alta qualidade”.

Aposta do dia: Itália vs. Austrália na final da Taça Davis

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt