Halep diz ter sido influenciada por Goffin na escolha do treinador 

Por Bola Amarela - 15 Fevereiro, 2019

Simona Halep teveesta sexta-feira uma prova de fogo, diante Elina Svitolina, nas meias-finais de Doha, no Qatar, que lhe valeu o regresso a uma final seis meses depois. Na bancada, a romena de 27 anos contou com o seu novíssimo treinador, Thierry Van Cleemput, apresentado como ‘chefe’ da sua equipa técnica esta semana.

Aos jornalistas presentes na prova da categoria Premier 5, a número três mundial, que tem garantida a subida à vice-liderança do ranking na próxima segunda-feira, admitiu que se deixou influenciar por David Goffin, antigo pupilo de Van Cleemput. “Ele é boa pessoa, e espero que as coisas corram bem”, disse Halep. ” Sempre admirei o Goffin, porque gosto do seu jogo”, acrescentou a campeã de Roland Garros.

Tendo iniciado a temporada de 2019 sem treinador, a jogador romena admite que, “a este nível, é impossível ir para os torneios sozinha. É preciso apoio, pessoas à tua volta, por isso sou a favor de se ter treinador. É preciso ter um treinador em todas as fases da carreira”, defendeu.