Governo australiano responde a Djokovic: «Um grande ‘não’ para ele»

Por Bola Amarela - Janeiro 17, 2021
djokovic-rg

Emma Cassar, responsável pela quarentena no estado australiano de Victoria, respondeu este domingo a Novak Djokovic, que fez uma série de pedidos às autoridades locais para a quarentena dos jogadores no Australian Open. O sérvio, número um do Mundo e maior campeão da história do torneio, solicitou material de treino para os jogadores, bem como comida decente ao nível do torneio e de um desportista de elite. Além disso, pediu que os dias de quarentena obrigatória fossem reduzidos para os jogadores isolados e pediu hipótese de os tenistas visitarem o treinador ou preparador físico desde que haja testes negativos de ambas as partes, sendo que, neste caso, ficariam sempre no mesmo piso do hotel. A finalizar, o líder do ranking ATP pediu ainda para, dentro do possível, colocar a maior quantidade possível de tenistas em casas privadas com court para treinar.

Perante estes pedidos, Cassar foi clara. “Para mim é um grande ‘não’ para ele. Não vai haver nenhum tipo de alterações nas condições da quarentena. São 14 dias dentro do quarto, ponto final”, esclareceu.

Bola Amarela