Mais um voo contaminado? Tenistas em quarentena podem passar os 100

Por Bola Amarela - Janeiro 17, 2021
ausopen

Os problemas não param de aparecer no Australian Open. Tudo indica que um quinto voo chegou à Austrália com um passageiro que testou positivo à Covid-19 à chegada. A organização já confirmou esse cenário para os voos de Abu Dhabi, Los Angeles e Doha – este último com Frederico Silva e Pedro Felner entre os passageiros -, além de uma viagem até Adelaide também ter dado que falar, embora num passageiro não considerado infeccioso. Agora, mais um pode deixar, no total, mais de 100 tenistas trancados nos quartos sem poderem treinar. Para já, são 72.

A informação surge do portal canadiano ‘Open Court’, que garante existir pelo menos um teste positivo… uma vez que a jornalista Stephanie Myles embarcou nessa aeronave. A informação ainda não foi tornada oficial, uma vez que todos os passageiros estão a ser testados novamente, embora já tenha sido dada a indicação, segundo a mesma fonte, para que ninguém saia do seu quarto em Melbourne.

Esse voo chegou do Dubai e é o SQ 8032. Nele viajaram, pelo que se sabe, maioritariamente jogadoras que ultrapassaram o qualifying feminino do Australian Open. Sara Errani, Tsvetana Pironkova, Lesia Tsurenko, Greet Minnen, Francesca Jones, Rebecca Marino, Mihaela Buzarnescu, Chloe Paquet e Whitney Osuigwe são os nomes avançados para já. Caso se confirme, nenhuma destas jogadoras poderá treinar – nem sair do quarto – durante 14 dias.

Bola Amarela