Gonçalo Oliveira perde final equilibrada e falha revalidação do título de pares em Shymkent

Por Pedro Almeida - 11 Maio, 2019

Foi por pouco. Gonçalo Oliveira, número 109 do ranking mundial de duplas, deixou escapar este sábado de manhã o título de campeão de pares ao perder a final do torneio challenger de Shymkent, no Cazaquistão, dotado de cerca de 50 mil euros em prémios monetários e no qual defendia o estatuto de primeiro cabeça de série.

A competir ao lado do bielorrusso Andrei Vasilevski, 118.º do mundo na variante, Oliveira cedeu na final para o finlandês Emil Ruusuvuori e o austríaco Jurij Rodionov, pelos parciais equilibrados de 6-4, 3-6 e 10-8 no match tiebreak, ao cabo de 79 minutos de compromisso.

O par candidato à vitória final ainda dispôs de mini-break de vantagem no match tiebreak, mas acabou por ver a dupla adversária ser mais forte nos momentos decisivos.

Com esta derrota, Gonçalo Oliveira falha a revalidação do título de pares conquistado em 2018, ao lado do italiano Lorenzo Giustino. No cômputo geral, este seria, concretizada a vitória, o seu quinto título da carreira no circuito challenger na variante e segundo na presente temporada, depois de ter sido feliz em Banguecoque, na Tailândia.

Na próxima semana, Oliveira, treinado pelo pai Abílio, vai disputar o evento challenger de Samarcanda, no Uzbequistão.

Pedro Almeida