Gonçalo Oliveira feliz com 33.º título e de olho na Davis: «Têm de falar com o Rui Machado»

Por Bola Amarela - Outubro 17, 2020
oliveira-davis

Gonçalo Oliveira descreveu este sábado seu título de pares no Lisboa Belém Open como um dos mais importantes entre os 33 que já venceu na variante, numa semana em que nem sequer sabia se ia competir ou não na variante.

“É um dos títulos mais importantes. É um Challenger em casa. Os outros foram por todo o Mundo, mas este tem um sabor muito mais especial. Foi uma decisão de última hora jogarmos aqui pares juntos e ainda bem que decidimos assim”, confessou em conferência de imprensa no final.

Apesar de ser o número dois português de pares e o quinto melhor jogador em singulares, Oliveira nunca foi chamado para a Taça Davis, numa altura em que as seleções até já podem contar com cinco elementos. Oliveira remete esse tema para quem ‘manda’. “Têm de falar com o Rui Machado. Não sou eu que posso responder a essa pergunta. Não tenho sido abordado nem chamado pelo Rui nos últimos dois anos, por isso não sei. Aceitaria, qualquer um faria isso. Não quero entrar em polémicas, são decisões do Rui, ele é o capitão e tem o controlo das decisões.”

Bola Amarela