Gastão Elias aguenta montanha russa e segue em frente no qualifying de Wimbledon

Por Pedro Gonçalo Pinto - Junho 20, 2022

Numa autêntica montanha russa, Gastão Elias somou a sua primeira vitória em relva desde 2015 — então contra Pedro Sousa — e juntou-se a Nuno Borges na segunda ronda da fase de qualificação de Wimbledon. O lourinhanense teve de saber sofrer, mas encontrou forma de dar a volta a um wild card da casa.

O número 183 do ranking ATP superou o britânico Felix Gill (437.º), com os duros parciais 7-6(10), 5-7 e 6-3, num encontro que teve muitas voltas e reviravoltas. No primeiro set, o lourinhanense saiu de um buraco de 2-5, forçou o tie-break e no desempate salvou cinco set points — três deles a partir de 3-6 –, antes de fechar.

Já no segundo parcial, Elias abriu para 4-1 e parecia lançado para a vitória, mas só ganhou um dos sete jogos seguintes para ser obrigado a disputar um terceiro set. Na hora da verdade, recuperou a concentração e fechou o encontro.

Desta forma, Gastão Elias marca duelo com o australiano Max Purcell (156.º e 10.º cabeça-de-série), sendo que em caso de vitória pode defrontar Nuno Borges na ronda de acesso ao quadro. O maiato vai medir forças com Hiroki Moriya.

Nuno Borges estreia-se em Wimbledon da melhor maneira e avança no qualifying

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.