Frederico Marques e a pré-época de João Sousa: «Queremos apanhar o comboio do top 50»

Por Nuno Chaves - Dezembro 18, 2020
João-Sousa

Depois de uma temporada marcada pelos problemas físicos, João Sousa procura recuperar as boas sensações em 2021 e regressar ao top 50, elite onde até este ano se tinha mantido regularmente.

O número um nacional está a fazer a preparação em Barcelona e o seu treinador, Frederico Marques, explicou ao Bola Amarela como está a correr a pré-temporada. “Está a correr bem, finalmente estamos a ter uma pré-época sem limitações físicas, já que no ano passado não a conseguimos fazer com cargas decentes e parecidas a outros anos. Tivemos muitas semanas da pré-época do ano passado onde só conseguíamos nadar e não conseguíamos apoiar o pé sem dores. Agora não”, reforçou o técnico do melhor tenista português de todos os tempos.

“Desde o final de novembro já estamos a treinar ténis e físico a 100% e isso é ótimo, estamos a ver o João a evoluir. Somos conscientes de que ainda falta muito trabalho, que os outros atletas evoluíram e nós tivemos um ano com mais altos e baixos, devido à parte física. O ténis está sempre a evoluir, resta-nos a nós ir atrás desse comboio e trabalhar na máxima força todos os dias, não tanto em quantidade mas sim em qualidade, por isso, estamos nesse processo, estamos a trabalhar bem, a evoluir, a ganhar confiança nas pancadas, movimentação. É isso que precisamos para estar competitivos nas primeiras competições do ano”, admitiu ao Bola Amarela.

Quanto ao início de 2021, ainda nada está definido. “A nossa ideia principal até há uns dias seria fazer a primeira semana de quarentena com o Pablo Carreno Busta e a segunda com o Carreno, o Struff e o Basilashvili. Vamos fazer essa preparação na Austrália, que tem quarentena obrigatória, e depois jogar um torneio antes do Australian Open e o Australian Open”, explicou-nos.

“Agora surgiu a possibilidade de jogar em Antalya ou Delray Beach, na primeira semana de 2021 e antes de viajar para 2021. Também é hipótese, estamos a ponderar isso, visto que não competimos muito no ano passado mas não nos podemos esquecer que o objetivo é termos o João forte para o ano todo e a pré-época é chave, visto que já não a temos há algum tempo. A máxima prioridade é termos o João forte, termos o João durante quatro, cinco semanas sem limitações, com uma boa movimentação. Essa é a nossa prioridade, mesmo que tenhamos de perder uma semana de competição”, disse Frederico Marques.

O técnico não terminou a conversa sem reforçar a mensagem de confiança para 2021. “Estamos bem, o João está bem, a mexer bem, já não existem essas dores e isso é importante para voltar ao bom nível e a apanhar o comboio do top 50”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.