Gil sobre duelo com Sousa: «Acho que fizemos um bom jogo. Saio contente e motivado»

Fred Gil, ex-número um português e 471.º do ranking mundial ATP, foi eliminado por João Sousa este sábado nas meias-finais do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto 2017, num encontro em que foi derrotado em parciais diretos. No entanto, o sintrense, a jogar na sua terra natal, sentiu-se satisfeito com o nível exibido.

“Acho que fizemos um bom jogo. Saio contente e motivado, porque era isto que procurava neste torneio.. esta sensação, este bem estar, esta confiança. Tenho a certeza de que é isto que me vai fazer voltar a ganhar mais torneios, a subir no ranking, a levantar-me para ir aos treinos e ganhar a minha vida com o ténis”, começou por dizer Gil, em conferência de imprensa, depois de ter cedido por 6-1 e 6-4.

“Tenho andado com altos e baixos, com a questão da esquerda a duas mãos, esquerda a uma, mas claramente que isso está a ficar estável. É por aqui que quero ir. Vou ficar com a esquerda a uma mão neste momento, porque é aquela que acredito que vai funcionar no futuro. Preciso agora de estar mais ágil e mais forte, trabalhar mais nesse sentido. Isso tudo junto é o que me falta para estar num patamar superior”, referiu o jogador de Sintra, que teceu elogios a Sousa.

“O ritmo dele é bem mais alto do que o meu. Acho que o João está com um ritmo superior, o próprio circuito ATP puxa nesse sentido. Os jogos são sempre com jogadores muito bons, o ritmo é sempre muito alto. Acho que as condições hoje também estavam boas para o jogo dele”, confessou Fred Gil.

Foto: Jorge Cunha/AIFA