Ferrero: «Tinha um pressentimento de que este ia ser um encontro especial»

Por Nuno Chaves - Setembro 4, 2021
Foto: EPA

A enorme vitória de Carlos Alcaraz frente a Stefanos Tsitsipas promete ficar como um dos melhores encontros da edição de 2021 do US Open.

O espanhol provou que é um caso muito sério para o futuro e a sofrer na bancada a todo este espetáculo esteve Juan Carlos Ferrero, o seu treinador.

O antigo número um mundial falou pouco depois ao Eurosport onde revelou o quão difícil é ficar de fora a assistir. “Ver os encontros como treinador é mais difícil porque tens de continuar no teu lugar e não podes fazer nada. Só podes falar e dar conselhos antes do encontro. É muito pior”, afirmou.

Quanto ao jogo, Ferrero confessou algo muito interessante. “Tinha o pressentimento de que este podia ser um encontro especial. Há algum tempo que o Carlos queria jogar contra o Tsitsipas. Finalmente o fez e fez muito bem. O Alcaraz sente-se muito cómodo no fundo do court, a ser agressivo o tempo todo. O seu estilo de jogo é assim. A direita tem muita velocidade e gosta de ir para a frente o tempo todo. Não é um jogador típico de longas trocas de bolas”, atirou.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.